VIDA EM FORMA NEWS

ALZHEIMER

O que fazer para evitar esse apagão no cérebro

 

Não é estranho pensar que o cérebro é influenciado diretamente por aquilo que ingerimos. Afinal, ele consome 25% da energia que captamos por meio das refeições. Excesso de açúcar e gordura, eleva o risco de desenvolver o Alzheimer. Na contramão, uma alimentação, baseada na ingestão de frutas, verduras, legumes, peixes e doses adequadas de gorduras, pode reduzir a probabilidade de demência em até 36%.

Renata Furlan Viebig

Nutricionista

Universidade Mackenzie

São Paulo

DIABETES

Medidas simples previnem e ajudam no contro da doença

 

Entre as principais causas responsáveis pela doença estão o sedentarismo, erros no padrão alimentar, o sobrepeso e a obesidade.

Pesquisas e estudos clínicos mostram que o risco de desenvolver diabetes tipo 2 pode ser reduzido com algumas intervenções no estilo de vida, tais como a redução do peso corporal, a prática de atividades físicas (no mínimo 150 minutos por semana) e ponderar a relação com a comida. 

HÁBITO ALIMENTAR

American Diabetes Association

Países pobres e de renda média têm dietas mais saudáveis do que as de nações ricas

 

Publicado em edições especiais sobre obesidade o "The Lancet" e o "Lancet Global Health", detalham em estudos a piora dos hábitos de consumo de alimentos pelo mundo. A pesquisa registrou a disparada da publicidade de "junk food".

Um padrão alarmante está surgindo deste fenômeno: no Brasil, muitas crianças têm altura atrofiada por causa da má nutrição, mas são obesas. 

Ao mesmo tempo, a publicidade de refrigerantes, salgadinhos e cereais açucarados para crianças cresceu na televisão, em aplicativos e jogos na internet; os gastos publicitários crescem a cada ano.

Lancet Global Health - 2015

Atividade Física

Tudo que não se vê no espelho

 

A prática de atividade física leva a inúmeras e ótimas alterações intracelulares. Ela gera uma rápida resposta ao estresse, que desencadeia outra resposta restauradora ainda maior. Logo no início de um período de prática física, ela induz a autofagia, processo semelhante ao do Pac-Man que devora moléculas danificadas. Isto evita a inflamação. Posteriormente, nessa mesma sessão de atividade física, quando há moléculas danificadas em excesso e a autofagia não é mais capaz de mantê-las sob controle, a célula tem uma morte rápida (chamada apoptose), de modo mais limpo, que não ocasiona destroços e inflamações. A prática de atividade física também aumenta o número e quantidade de mitocôndrias produtoras de energia, o que reduz a quantidade de estresse oxidativo. Durante o descanso pós-atividade, enquanto o corpo se recupera, ainda lipa os destroços de células, tornando-as mais saudáveis e robustas do que antes da atividade física.

Elizabeth Blackburn

Prêmio Nobel de Medicina - 2009

LONGEVIDADE

Atividade física e envelhecimento

 

As evidências epidemiológicas permitem concluir que a atividade física regular e a adoção de um estilo de vida ativo são necessárias para a promoção da saúde e qualidade de vida durante o processo de envelhecimento. A atividade física deve ser estimulada não somente no idoso, mas também no adulto, como forma de prevenir e controlar as doenças crônicas não transmissíveis que aparecem mais freqüentemente durante a terceira idade e como forma de manter a independência funcional. As atividades que devem ser mais estimuladas são as atividades aeróbicas de baixo impacto, mas preferencialmente o exercício com pesos, para estimular a manutenção da força muscular dos membros superiores e inferiores, deve ser a prioridade no idoso. Da mesma forma, o equilíbrio e os movimentos corporais totais devem fazer parte dos programas de atividade física na terceira idade. As evidências sugerem que a atividade física regular e o estilo de vida ativo têm um papel fundamental na prevenção e controle das doenças crônicas não transmissíveis, especialmente aquelas que se constituem na principal causa de mortalidade: as doenças cardiovasculares e o câncer. Mas, além disto, a atividade física está associada também com uma melhor mobilidade, capacidade funcional e qualidade de vida durante o envelhecimento. É importante enfatizar, no entanto, que tão importante quanto estimular a prática regular da atividade física aeróbica ou de fortalecimento muscular, as mudanças para a adoção de um estilo de vida ativo no dia-a-dia do indivíduo são parte fundamental de um envelhecer com saúde e qualidade.

"

"

"

"

"

"

"

"

"

"

"

"

Quando a alimentação é ruim, a medicina não funciona;

Quando a alimentação é boa, a medicina, por muitas vezes, não é necessária.

 

Provérbio Ayurveda

Cada sonho que você deixa para trás, é um pedaço do futuro que deixa de existir.

 

Steve Jobs (1955-2011)

Seja a mudança que você quer ver no mundo!

Mahatma Gandhi (1869-1948)

Você quer comer melhor?

Comece descascando mais e desembalando menos!

 

Sandra Maria Gasparotto

Ando devagar, mas nunca ando pra trás.

Abraham Lincoln (1809-1865)

Muitos pensam em mudar o mundo, mas poucos, pensam em mudar a si mesmos.

 

Leon Tolstoi (1828-1910)

Revista Brasileira de Medicina do Esporte vol.7 no.1 Niterói  2001

​© 2018 por Emanuel Vladimir Castro.



 

  • YouTube ícone social

Nosso endereço

Avenida Getúlio Vargas 1691, sala 702

Menino Deus - CEP 90150-005

Porto Alegre / RS / Brasil